“Pedra no Rim”

calculo renalCálculo Renal, Cálculo Urinário, Litíase, Nefrolitíase, ou Urolitíase é um dos problemas urológicos mais doloridos e, infelizmente, também um dos mais comuns, onde o nome mais popular é “Pedra no Rim”. Quando certos produtos químicos da urina juntam-se formando cristais, uma massa dura se forma. Daí a maioria das pedras começam a se formar nos rins e algumas podem se deslocar para outras partes da extensão urinária, incluindo o ureter ou o a bexiga. Elas variam de tamanho, sendo que as pedras maiores podem bloquear o fluxo da urina ou causar irritação na parede interior da extensão urinária. É um distúrbio comum e com uma incidência cada vez maior em todo o mundo, e encontrada com mais freqüência em homens de meia idade. Existem cinco tipos principais de pedra de rim, pedra de cálcio (85%), pedras relacionadas a infecções (8%),  pedra de ácido úrico (5%), pedra de cistina (1%), e outras pedras mais raras (1%) como a xanteno. Em até 70% dos indivíduos que tiveram pedra no rim, terão uma outra no espaço de até 10 anos caso não recorram a nenhum tipo de tratamento preventivo. Contudo, pessoas que têm uma disfunção metabólica grave podem ter múltiplas pedras formando-se mensalmente. Atualmente, muitas pessoas tem buscado alternativas como chás, misturas naturais e receitas caseiras, o que em alguns casos até ajuda, mas infelizmente não resolve o problema, pois não corrige a disfunção metabólica que ocasionou as pedras. Há algumas características similares encontrada em “formadores de pedras”, as quais inclui:

  • Histórico de família (genética – problemas metabólicos);
  • Homens entre 30-50 anos;
  • Reduzido consumo de água;
  • Alto consumo de bebidas artificiais gasosas(refrigerantes e cervejas) e medicamentos orais;
  • Habitante de clima quente.

Obviamente que apesar destas características estarem presentes na maioria dos “formadores de pedras nos rins”, qualquer pessoa pode vir a ter cálculos renais, e a melhor prevenção é o consumo de água, onde o cálculo da quantidade exata diária a beber é: Peso do indivíduo X 0,3 =  quantidade em litros por dia (Ex: 50Kg X 0,3 = 1,5 l/dia). Para corrigir a disfunção metabólica, a Reflexologia tem se mostrado muito eficaz a pessoas que nos procuram, pois além de ser não invasiva, proporciona ao organismo um equilíbrio de forma natural.

 

 

Anúncios

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 10 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional e de SP dos Grupos de RAD(Regressão À Distância) da ABPR. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Saúde e Bem-Estar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s