Sorte

Vitima_0Muitas vezes culpamos pessoas ou fatores externos o fato de nossos objetivos não se concretizarem. Alguém deixou de fazer a sua parte ou nos impediu de agirmos conforme a situação,  a falta de sorte ou não foi a “vontade de DEUS”!  Mera ilusão do nosso ego pois o que nos falta, obviamente,  é assumirmos as nossas responsabilidades e sairmos da zona de conforto. O que importa é dedicarmos 100% em tudo aquilo que nos propusermos a fazer, ou seja, se for para executar determinada ação ou tarefa, que seja da melhor maneira possível. É evidente que se investirmos apenas 50% de nossas energias, o resultado não poderá ser diferente, eis a Lei da Ação e Reação. E a tal sorte existe? Sim, a todos nós, mas alguns acham que é privilégio de poucos. Afinal, sorte é estarmos no lugar certo,  na hora certa e, principalmente, preparados naquele exato momento, e nada é por acaso, podem crer! Claro que nem sempre o que planejamos se torna real devido a imprevistos e agravantes as quais estão sujeitas a acontecer. E caso isso ocorra, é usarmos o nosso livre arbítrio, que é o maior poder que temos, cabe a nós decidirmos “esperar acontecer” ou  “fazer acontecer”. Conta-se que certa vez dois irmãos foram admitidos em uma Empresa na função de faxineiro, visto que tinham pouca instrução. Um dia, foi oferecida a oportunidade para todos que a quisessem de, após o término do expediente, ficar até mais tarde e cursar o supletivo por conta da Empresa. Um dos irmãos imediatamente agarrou esta chance. O outro, porém, acomodado à própria situação, disse: Eu, hein, fazer hora-extra sem receber para isso…Em outras ocasiões, a história se repetiu: oportunidades eram oferecidas – cursos de digitação, informática, noções de contabilidade, treinamentos em relacionamento humano, etc. – um agarrava de frente a oportunidade, investindo seu tempo no desenvolvimento pessoal e profissional; o outro, sempre com “belas” justificativas para não ser “explorado”, apresentava desculpas das mais diversas tais como: E o meu futebol, meu programa de televisão, o barzinho com os “amigos”, etc…Passado algum tempo, aquele irmão que investira seu tempo com afinco em seu aperfeiçoamento foi se destacando… Tanto que à medida que foram surgindo vagas dentro da Empresa, a ele eram oferecidas. E isto o exigia mais ainda em empenho, e prontamente ele dedicava-se mais e mais…Tempos depois, chegou a gerente, não apenas mais um gerente mas sim o melhor gerente da Empresa. E foi feita uma festa em homenagem ao rapaz. Na festa, alguém que não sabia do parentesco entre o ainda faxineiro e o então gerente, aproximou-se daquele e disse: Formidável este gerente! É… e ele é meu irmão… – disse o faxineiro. Seu irmão? – exclamou, incrédulo, o interlocutor – E ele é gerente e você faxineiro…É… na vida ele teve sorte…! – concluiu o faxineiro.

Anúncios

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 10 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional e de SP dos Grupos de RAD(Regressão À Distância) da ABPR. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Consciência e Poder. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s