Paz

images (1)A paz é a mais elevada das virtudes.

É o anseio secreto de todos os seres.

Ela é uma profunda aceitação daquilo que é. É não se opor a nada ou ninguém.

A paz brota da entrega: você entrega todos os seus problemas à Deus e deixa que o fluxo da vida a leve.

Entregar significa não pensar mais a respeito.

Você relaxa e sente autoconfiança.

Para isso, é preciso abrir mão do controle.

A paz, portanto, nasce de um profundo confiar.

 

Olhando para trás, revendo a minha história pessoal, vejo que a minha busca pela paz começou quando ainda era muito jovem.

Antes mesmo da adolescência, entrei numa escola de conhecimentos espirituais.

Certa vez, um professor disse: “As pessoas se autodenominam humanas, mas na verdade, são humanóides – criaturas com cérebro grande e duas pernas que se passam por seres humanos. Na condição atual as pessoas são incapazes de perceber o que realmente precisam. Acreditam que serão felizes se obtiverem este ou aquele objeto ou título, mas toda essa ganância somente mostra que são ainda muito imaturos para entenderem que a verdadeira felicidade somente nasce da paz no coração e na mente.” Quando eu ouvi isso, pensei: “Será que ele está se referindo a mim?”

 

Até aquele ponto, tudo indicava que a paz poderia ser atingida somente através do domínio sobre a matéria.

E, de repente, ouvir essa devastadora crítica sobre a humanidade, e perceber nas profundezas do meu coração que isso era verdade, foi como um nocaute.

Mas, esse ensinamento abriu as portas da verdade para mim.

 

Eu pude perceber que a vida frequentemente se resumia em uma eterna tentativa de forçar o outro a nos amar, e que podemos desperdiçar uma vida inteira nessa busca inútil.

Uma vez que, no mais profundo, você sabe que amor forçado não é amor, facilmente você encontra razões para lamentar que não é amado.

Com isso, você se distrai e se desvia ainda mais do objetivo de atingir a paz interior.

 

Eu compreendi que a paz duradoura somente pode ser alcançada quando você se liberta da necessidade de receber amor exclusivo, pois esta é a fonte de todo o sofrimento.

Eu diria que essa é a principal doença da humanidade.

Daí nasce o pensar compulsivo e todos os outros desdobramentos.

O sofrimento é o principal enigma da humanidade.

Este é o principal desafio: como superar o sofrimento? Como superar a dor em todas as suas manifestações? Em outras palavras, como alcançar a paz?

 

Por Sri Prem Baba

(Trecho extraído do livro “Transitando do Sofrimento para a Alegria”)

Anúncios

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 10 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional e de SP dos Grupos de RAD(Regressão À Distância) da ABPR. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Consciência e Poder. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Paz

  1. Maria Almeida disse:

    Não é um comentário,apenas uma observação; o texto é lindo e me remete ha alguns anos,quando dei início ao processo de anulação do meu ego, no qual continuo trabalhando até a presente data. Não sei se através deste processo ou pela meditação venho alcançando uma paz e uma aceitação das pessoas,dos fatos de uma forma singular, só tenho á agradecer.
    Penso que finalmente apreendi a não dizer não para o sim, afinal, o conflito serve apenas para alimentar o ego.
    Amei esse texto, é quase tudo que penso e quase tudo que vivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s